ÚLTIMOS POSTS

    sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

    Antes de me casar – parte IV




    No post anterior viram que encontrei meu amado, porém as lutas continuavam... 

    Passei por muitos outros problemas, pessoas que diziam que eu não servia para o altar, pessoas do altar que diziam que se dependesse delas passar informações para a direção da igreja ao meu respeito, eu nunca faria a Obra de Deus.

    Já fui muito mal interpretada, e em meio a esse campo minado que vivia, ainda tinha aquela responsabilidade por ser uma noiva de pastor, integrante do grupo Godlywood, dar exemplo, ser um referencial de mulher de Deus, ser a melhor obreira na minha igreja, não está envolvida em nenhum problema....pois isso traria consequências não apenas para mim como ao meu noivo, e era aquele turbilhão dentro de mim,  cobranças para todos os lados.

    A partir do momento que decidi renunciar a uma profissão, trabalho e minha família, sabia muito bem o que estava fazendo, procurei sim me vestir do altar (mesmo não estando ainda nele), até porque as responsabilidades estavam aumentando, passei a ser mais usada, mais solicitada nas coisas da obra, mais visada, mais alimentada com a Palavra de Deus através de várias reuniões semanais de preparação para o meu futuro na obra de Deus. Em fim, tudo aquilo não era um peso para mim, porque eu decidi viver aquela vida, o que me sustentava diante de cada problema que se levantava cada obstáculo para tentar me parar era o amor que eu tinha pelas almas e ao meu amado noivo. 

    O meu desejo sempre foi servir e parece que quanto mais você deseja algo, mais difícil se torna, mais lutas se levantavam. Queria muito detalhar cada dia vivido antes de me casar, mais aí já não seria post e sim livro rs... Teria que fazer um book online rs.

    Não é legal falar de nós mesmos, mas preciso fazer essa observação, se tem um ponto forte que admiro em mim é minha determinação, pois foquei em um objetivo ALTAR e nada, absolutamente nada e ninguém me desviava dele, e cá pra nós, confesso algo a você que passei por muitos momentos difíceis, no qual eu chorava calada, não compartilhava com ninguém, só Deus sabe o que passei, e para estar onde estou e ter o que tenho eu passaria novamente, a minha força é e está em DEUS. 

    Sempre minha amiga priorize sua comunhão, vida Espiritual é à base de todo sucesso em nossa vida, independente da gravidade do problema, do que falam, ou pensam ao seu respeito, a vida com Deus te trás a paz, consciência limpa, tranquilidade e se resumem em confiança e com propriedade eu digo a você persevere porque no fim de tudo você vai vencer como eu venci!

    Se não fosse Deus hoje não estaria aqui compartilhando essa história com vocês, quando paro para observar tudo o que passei, respiro fundo e agradeço a Deus por cada luta, por cada pessoa que tentou me prejudicar, que falou mal de mim, agradeço por tudo mesmo, pois foram essas situações que formaram em mim, caráter, experiência e me fizeram perseverante em meus objetivos.

    Foram no total 3 anos de muita ralação e provação para que então chegasse o grande dia, a maior realização na minha vida, após o meu encontro com Deus. Meu Casamento!

    É claro que no próximo post terei o maior prazer de compartilhar com você esse momento de muita alegria!

    Não perca! Diante mão garanto a você essa é a melhor parte de todas!

    Sucesso...
    Sem mais,


    Pâmela Ferreira.
    Mais informações »

    quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

    Busque a luz




    Olá....tudo bem?

    Quantas vezes passamos por desertos,tribulações e perseguições que quando olhamos parece que não venceremos, parece que estamos no lugar mais escuro desse mundo. Mais lembre-se Jesus é a luz do mundo:

    De novo, lhes falava Jesus, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida.(João 8:12)

    Quem obedece sua palavra, terá a luz.Deus tem coisas grandes para aqueles que Crê.Busque essa luz com todas as suas forças, não desista, nunca pare de lutar.Seja um (a) representante do nosso Senhor Jesus, deixa Ele brilhar em na sua vida. 





    Na Fé.

    Mayra Novaes
    Mais informações »

    terça-feira, 16 de dezembro de 2014

    Minha história Parte 1





    Dizia em outro post que passei por certos conflitos, que na verdade podemos chamar de complexos. De acordo com nosso querido dicionário, entendemos que Complexo de Inferioridade é um sentimento negativo, de que se é inferior a outrem, de alguma forma. Tal sentimento pode emergir de uma inferioridade imaginada por parte da pessoa afligida.
     Pois bem,era exatamente assim que me sentia até a alguns anos, vou contar minha história para que você entenda o porquê eu tinha esse sentimento.


     Quando ainda era criança, depois vou colocar uma fotinha de como eu era (kkk), eu e minha mãe, não éramos ainda da igreja, vivíamos uma vida totalmente destruída, pois não conhecíamos a Deus de fato e de verdade,nossa vida era muito limitada e não tínhamos esperança de um futuro melhor. Porém, mesmo em meio aos problemas, me lembro de ser uma criança diferente das outras, não que era melhor, mas desde cedo eu priorizava coisas que para mim seriam úteis lá na frente. Enquanto umas queriam namorar, experimentar drogas,bebidas, eu preferia aos estudos, pois o meu sonho, era me formar, ser alguém que pudesse ajudar as pessoas que estivessem em minha volta e muita brincadeira, sim, aproveitei muito minha infância, e um segredinho kkk, só parei quando passei ir para o Força Jovem Universal, pois tínhamos muitas novidades nesse grupo, que não deu mais tempo kkk.





     Mas dessa infância, uma mancha ficou... Foi a pior coisa que me aconteceu, fui abusada, e isso não tem como esquecer!!!
     E acredito que isso se torna pior quando se trata de uma criança, que não consegue se defender. Imaginem como fiquei? minha mãe? os pais desse jovem? e só, um segredo que só nós sabíamos.
     Talvez você, leitor, me diz: Lidi, mas vocês não denunciaram, não fizeram nada? Não, nada foi feito!!! Infelizmente são muitos casos que acontecem, e muitos deles não são denunciados, e mesmo sabendo que é uma atitude errada, muitos se calam, como aconteceu comigo. Talvez seja pela vergonha de não querer se expor, mas enfim, foi terrível.
     O tempo foi passando e me sentia uma das piores pessoas, me sentia diferente das outras pessoas. E o pior de tudo, é que eu sofria calada, escondia meus sentimentos, e olha que eu sabia fazer isso muito bem... Até que um dia, uma vizinha foi em minha casa, quase morri do coração, kkk, achei que ela ía falar da "arte" que eu e minhas amigas tínhamos feito(queríamos fazer um mercadinho do lado da casa dela, como tinha muito mato, sujeira, achamos que o melhor era colocar fogo naquilo kkk, desesperamos quando vimos fumaça naquele bairro kkk, foi tenso aquele dia kkk).
     Bom, que alívio, ela não foi nos dedurar, ela foi falar de Jesus para minha mãe, e sabe o que ela disse foi tão forte e tão bonito, que mesmo eu sendo criança, aquelas palavras me tocaram. Minha mãe ficou agradecida, é como se o próprio Deus levasse de volta a esperança, que um dia se acabou. A alegria já podia ver em seus olhos!!! Nos arrumamos e fomos para a igreja, lembro até hoje, foi numa sexta-feira às 15:00 horas.
    A música? também lembro:
     Clamo a Ti, de todo coração Meu Deus, houve a minha oração
     São tantos os que querem o meu mal E desejam ver o meu fim
    Mas eu clamo, de todo coração, Vem ouvir a minha oração...
     Rei dos reis, Senhor meu Deus Eu clamo, vem me ajudar Meu Deus, estou aqui Preciso tanto de Ti (2x)


     E essa também:

    Se tua vida é tão sofrida Luta bastante mas não venceu ainda
     Já está cansado de tentar Uma saída encontrar (encontrar)
    Se em tantos caminhos você procurou Mas a verdade nunca encontrou
     Se os seus sonhos se acabaram E os seus castelos desabaram
     Refrão
     Pare de sofrer agora Jesus tem pra você toda vitória
     Agora só depende de você Continuar sofrendo ou vencer
     Se em tantos caminhos você procurou...


     
     A partir dessa reunião, tudo passou a mudar dentro de nós, minha mãe passou ter forças para lutar, e quando vinham os problemas ela já tinha sabedoria para lhe dar com os mesmos. É incrível o que Deus faz... o Seu amor é incondicional!!!
     Bom, mas essa história não para por aqui... Continue me acompanhando!!!
     Beijinhos Lidiane Alcantara

    Mais informações »

    sábado, 13 de dezembro de 2014

    Antes de casar - parte III




    Quem aqui está curiosa para saber a resposta do post anterior? Rs

    Tchan tchan tchan tchan... Vou revelar para vocês, fiquem calmas... Acompanhe-me...

    Conheci outra pessoa como disse anteriormente, e devido às experiências do passado, estava bem esperta no quesito vida sentimental.
    Eu já o conhecia 4 anos atrás, quando passou na minha igreja como pastor auxiliar, nem sonhava que ele seria meu amado esposo rs, (isso mesmo se alegrem, pois finalmente encontrei minha outra metade), para ver como as coisas é no tempo de Deus e como Ele deseja.

    Não sentia nada mais que uma simples amizade, sempre o admirei como homem de Deus, uma pessoa bacana, divertida e cá pra nós eu amava o estilo dele rs, (segredinho: ele usava All Star e eu curtia muito isso); passamos a nos conhecer melhor.

     Ele já sabia de tudo o que passei, todas as frustrações e deu graças a Deus por tudo ter acontecido, pois se não o acontecesse não iríamos nos encontrar e ter essa linda união de amor. Comecei a ver ele não só como um amigo e sim como a pessoa que viria a me completar, o escolhido de Deus.
    Após 5 meses nosso namoro foi liberado, e quando isso aconteceu tive uma única certeza ele seria meu esposo.

    Quem leu os post’s anterior lembra do meu Voto com Deus!

    Aí você me fala: Pâmela,  pronto finaliza aqui a história de amor, porque encontrou o seu amado e tudo passou a dar certo para vocês néh?! Rs

    Nada disso, aí que o cerco se fechou mesmo, porque estava ao lado da pessoa certa, querendo servir a Deus no altar, sendo preparada para aquilo e você acha que o diabo ia deixar as coisas assim a mil maravilhas?

    As lutas estavam apenas começando, no mesmo mês em que nosso namoro havia sido liberado, a direção da igreja mando terminar, parece até piada isso, mas foi bem assim mesmo, foram falar coisas indevidas e que por sinal não prosseguiam ao meu respeito e confesso que não foi fácil, pois passei por tantas lutas até encontra-lo e quando encontro mais essa surpresinha, mais uma luta se levantava.

    Não aceitava aquela situação, mas obedeci, fiquei sem ter nenhum contato com meu namoro, não nos falávamos nem por telefone, mesmo me sentindo muito triste com tudo isso, estava entendendo que aquilo fazia parte do plano de Deus, porque se eu fosse olhar aos olhos humanos e tomar uma atitude na carne, eu iria fazer besteiras, iria atrapalhar o agir de Deus.

    O tempo foi passando e nada acontecia, vivi momentos tristes e revoltantes nessa fase da minha vida, pois quando a voz do sentimento falava ao meu coração eu a repreendia e orava mais, fiz mais propósitos com Deus, acordava nas madrugadas clamando por justiça, quando em junho (após 4 meses de separação) o mesmo que mandou terminar nosso namoro foi quem nos abençoou para namorar novamente e após 1 ano liberou nosso noivado.

    Em meio aqueles desertos eu vi o quanto é importante à gente confiar em Deus, porque vai além de qualquer circunstância, e quando temos comunhão com Deus nada e ninguém impede a benção que vem do Alto.

    No próximo post tem mais... Aguardem-me!

    Sucesso...

    Sem mais,

    Pâmela Ferreira.
    Mais informações »

    sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

    Ela faz o bem.


    "Ela lhe faz bem e não mal, todos os dias da sua vida." 
    (Provérbios 31 : 12)


    A Mulher V, faz bem a todos à sua volta. Ela não lhe traz vergonha, não lhes causa problemas, e não lhes faz qualquer mal. Para sermos uma grande mulher de Deus, devemos primeiro ser para as outras pessoas aquilo que queremos que elas sejam para nós. Dar o que queremos receber. 
    Fazer o que esperamos que os outros façam. É tão mais fácil lidar com as pessoas ao nosso redor quando nos colocamos no lugar delas. A Mulher V faz bem porque se importa com os outros, não consigo mesma. Ela é uma amiga de verdade até para as pessoas que não gostam dela. 
    A sua bondade não depende da bondade dos outros, ela não dá interessada em receber, muitas pessoas fazem bem aos outros com a intenção de receberem algo em troca, a mulher V não... Jamais devemos depender dos outros para fazer o bem; caso contrário, nunca vamos conseguir. 
    Devemos fazer o bem independentemente do que os outros fazem ou deixam de fazer...


    Pensem nisso..
    "Do Senhor vem a mulher prudente". (Provérbios 19:14)
    Mais informações »

    quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

    Será que eu Nasci para sofrer? Parte II



    Como contei no post anterior, até então eu tinha um vazio, tristeza, medo e ouvia vozes...  Mas minha família era linda e unida, tínhamos problemas mas nada fora do comum!!!









    Mas as coisas passaram a piorar.

    Eu como todas as crianças admirava meu Pai pra mim ele era como um SuperMan e nunca faria mal pra ninguém ao contrário salvaria as pessoas como nos desenhos que eu assistia.






    Mas ele começou a beber ao ponto de se tornar alcoólatra.

    No começo ele chegava um bêbado alegre até de mais querendo dançar , colocando musica essas coisas, mas ele passou a chegar  agressivo, e essa agressividade foi aumentando...
    Lembro-me que antes disso eu ficava na janela esperando meu pai chegar do trabalho e ele fingia colocar uma sacola invisível no portão  e me falava que  era os problemas dele  que ficavam do lado de fora. Eu me escondia pela casa pra ele me procurar e quando ele me achava ele me pegava no colo e fazia cosquinhas  esse era o pai que eu conhecia  Meu Pai  Meu Herói,  mas ele foi mudando e no lugar de esperar ansiosa e alegre por sua chegada passei a ter medo..

    Minha mãe começou a me deixar trancada dentro do quarto pra não ver ele quebrando as coisas e brigando com ela, me doía tanto quando ela dizia:
     -Vai para o quarto ta anoitecendo seu pai ta chegando.
     Era um tormento para mim!!!

    Até que um dia vi pela 1ª vez meu pai levantando  minha mãe pelo pescoço tentando enforca-la  foi como se eu perdesse o chão eu me perguntava porque tudo isso? Ele esta se transformando em um monstro? Cadê o meu pai?Cadê o meu Herói?

    Então sua frequência nos bares e as brigas em casa começaram a aumentar ainda mais.

    Ele passou a ter amantes e me levava para conhece-las  eu odiava aquilo tinha vontade de contar pra mim mãe, mas eu sabia que ia machucar ela então passei a guardar dentro de mim, assim as atitudes erradas dele foram transformando o amor que eu tinha por ele em ódio e raiva.

    Em meio a brigas, problemas,  angustia e vozes me atormentando a cada vez mais... Passei a querer morrer para acabar com aquele sofrimento.
    Achava que a minha vida já estava destruída de mais, não iria melhorar nunca, mas eu nem tinha ideia do inferno que ainda estava por vim... Então...

    Em uma noite eu e minha mãe já dormindo meu pai chegou em casa todo ensanguentado, colocando balas em um revolver... Eu acordei assustada comecei a chorar ele nos mandou ficar quietas!!!

    O que esta acontecendo? Tem sangue no meu pai? Ele vai morrer?  O que ele fez? Ele tem uma arma?

    No próximo post contarei para vocês o desfeche da pior noite da minha vida!!!
    Bjinhos
    Até a próxima!

    Não podia deixar de colocar eu GutiGuti :* rsrsrs









    Mais informações »

    Refinando a prata



    “Ele assentar-se-á como fundidor e purificador de prata”… (Malaquias 3.3).


    “Havia um grupo de mulheres num estudo bíblico do livro de Malaquias. Quando elas estavam estudando o capítulo 3, elas se depararam com o versículo 3 que diz: ''Ele assentar-se-á como fundidor e purificador de prata''…

    Este verso intrigou as mulheres e elas se perguntaram o que esta afirmação significava quanto ao caráter e natureza de Deus. Uma das mulheres se ofereceu para tentar descobrir como se realizava o processo de refinamento da prata e voltar para contar ao grupo na próxima reunião do estudo bíblico. 

    Naquela semana esta mulher ligou para um ourives e marcou um horário com ele para assisti-lo em seu trabalho. Ela não mencionou a razão de seu interesse na prata nada além do que sua curiosidade sobre o processo de refinamento da prata. Enquanto ela o observava, ele mantinha um pedaço de prata sobre o fogo e deixava-o aquecer. Ele explicou que no refinamento da prata devia-se manter a prata no meio do fogo onde as chamas eram mais quentes de forma a queimar todas as impurezas.

    A mulher pensou em Deus mantendo-nos num lugar tão quente, depois ela pensou sobre o verso novamente, que “ele se assenta como um fundidor e purificador da prata”. Ela perguntou ao ourives se era verdade que ele tinha que se sentar em frente ao fogo o tempo todo que a prata estivesse sendo refinada. 

    O homem respondeu que sim, ele não apenas tinha que sentar-se lá segurando a prata, mas também tinha que manter seus olhos na prata tempo inteiro que ela estivesse no fogo. Se a prata fosse deixada,apenas por um momento, em demasia nas chamas ela seria destruída. 

    A mulher silenciou por um instante. Depois ela perguntou: “Como você sabe quando a prata está completamente refinada?” Ele sorriu e respondeu: “Oh, é fácil! Quando eu vejo a minha imagem nela”.

    Assim devemos ser ... Deixarmos Deus nos purificar nem que seja no fogo, mas que seja até que Ele veja a Imagem Dele em nós..

    Ótima quinta...

    Rumo ao altar..

    Fiquem na fé..


    Pathy Paiva
    Mais informações »

    quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

    Ex Obreira




    Ola Queridos leitores!

    Hoje eu vim para falar mais uma vez de uma experiência que passei durante esses anos de vida com Deus,.

     Eu estava como obreira a mais ou menos uns 13 anos, até que por um acontecimento muito ruim, deixei de colocar meu uniforme, e fiquei um ano afastada da obra de Deus (é muito triste ficar longe do que amamos). Confesso que me acabei de chorar, fiquei em uma tristeza sem fim, fiquei dias abatida...

     Como sempre tive muita força de vontade, e não sou fã de ficar só se lamentando, aproveitei a oportunidade que o pastor que estava na época na minha igreja me deu (de tomar conta do grupo da evangelização, ajudar na EBI  e em tudo na igreja) e comecei a trabalhar, e mesmo sem usar meu uniforme 'físico', usava meu uniforme espiritual, porque sempre aprendemos que o servo não precisa de "posição" para servir, independente de onde ele esteja, ele serve!

     Por que ele faz a obra para Deus... Eu coloquei isso dentro de mim, que iria dar o meu melhor para o meu Senhor, e não iria olhar para trás... Nem vi o tempo passar... Pois, comecei a dedicar-me inteiramente para a obra de Deus e depois de um ano.

     Voltei como obreira.

    E hoje não perco a oportunidade de colocar meu uniforme, para ajudar o povo, aprendi a dar mais valor nas coisas de Deus.


    Você pode até ser uma ex obreira, ex pastor, ex tia da EBI, mas cabe a você deixar ou não de ser  servo de Deus, de deixar ser usado por Ele. 

    Nos momentos mais difíceis que revelamos nosso caráter de servo.Cabe a você fazer do limão uma limonada, se entregar ou não para a situação! Mais saiba, que Deus sempre te sustentara quando você optar pelo caminho Dele.


    Até a próxima!


    PS: Desistir Jamais!


    Grazi Louzie.
    Mais informações »