Translate

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

O Filho Prodigo.

Ola Queridos Leitores!

É um prazer estar mais uma vez postando algo especial aqui no nosso Blog para vocês, hoje resolvi escrever algo que Deus falou comigo.

Lendo a parábola do "Filho Prodigo", me fez refletir de quantas são as vezes que encontramos pessoas dentro da igreja fisicamente, mais longe de Deus espiritualmente. Eu já tive momentos assim!

 Mais procurei voltar mais que depressa para os braços do Pai, e isso foi minha melhor escolha. Lendo o livro de Lucas, o Senhor Jesus nos deixou um belíssimo exemplo;

“E, levantando-se, foi para seu pai; e, quando ainda estava longe, viu-o seu pai, e se moveu de íntima compaixão e, correndo, lançou-se lhe ao pescoço, e beijou. (Lucas 15.20) 

Quem conhece a história do filho pródigo, narrada no Evangelho de Lucas, sabe que ele gastou toda a sua herança em coisas desnecessárias, até que, vindo à miséria e a fome, resolveu voltar para implorar que seu pai o aceitasse como um empregado.


Quando o pai o viu, porém, correu ao seu encontro para abraçá-lo
Tal como o pai dessa parábola, Deus tem aceitado amorosamente todos aqueles que se volta para Ele, arrependidos de sua vida pecaminosa e desejosos de um lugar em sua casa e em sua mesa. 

O que podemos fazer em resposta a esse imenso amor, além de aceitar seu perdão e suas dádivas maravilhosas.
Deus esta te aguardando, se você esta longe Dele e sem forças para voltar, saiba que Ele esta te esperando para abraça-lo e ama-lo como filho.

Que Deus Abençoe!

Na fé,

Grazi Lousie

Minha História - Quando tudo mudou





Olá meninas,

No ultimo post contei um pouquinho de como tudo aconteceu, do momento de maior sofrimento, mais agora quero dividir com vocês o dia em que morri...rs

Isso mesmo, o dia em que eu morri para mim mesma e nasci para Deus!

Meninas, naquele momento de tanta dor, eu tinha 2 escolhas, me prostrar e deixar toda sugestões do mal me fazer parar ou me levantar e mudar!

E Graças a Deus, as minhas queridas amigas e mãezinha, haa como foram importante nesse momento para mim! e ao Godllywood, eu decidi me levantar!

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Quase 16 anos (Parte 3)




Vou desenhar o cenário: Uma menina de  9 anos de idade, magrinha...rs  ( é já fui...hehe) cheia de traumas... 

Encontra o lugar onde iria passar toda a sua vida...

Sou Pamella Rafaella

Olá meninas, é um prazer estar participando deste Blog, que irá com toda nossa força e vontade ajudar muitas pessoas,
meu nome é Pamella Rafaela, tenho 24 anos, sou formada em Direito,e moro atualmente em Cuiabá/MT.
Sou muito família e valorizo muito minhas amizades, meu amor pela Obra  de Deus só vem aumentando há 7 anos, desde o dia 01 de Maio de 2007, que fiz uma das melhores escolhas da minha vida que é servir á Deus como obreira. Sou do Godllywood, pertenço ao grupo das Graciosas, sou Sis e também Tia da EBI (sou apaixonada por crianças), tenho 03 sobrinhos lindos que amo D+++.

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

O Pecado Engana e Destrói





“Ó monte do campo, os teus bens e todos os teus tesouros darei por presa, como também os teus altos por causa do pecado, em todos os teus territórios!
Assim por ti mesmo te privarás da tua herança que te dei, e far-te-ei servir os teus inimigos, na terra que não conheces; porque o fogo que acendeste na minha ira arderá para sempre.”
(Jeremias 17;3-4)

O menino e o lápis (Reflexão)




O menino olhava a avó escrevendo uma carta. A certa altura, perguntou:

_ Você está escrevendo uma história que aconteceu conosco? E por acaso, é uma história sobre mim? A avó parou a carta, sorriu, e comentou com o neto:
_ Estou escrevendo sobre você, é verdade. Entretanto, mais importante do que as palavras, é o lápis que estou usando. Gostaria que você fosse como ele quando crescesse. O menino olhou para o lápis, intrigado, e não viu nada de especial.

Inicio da Fé

Olá!

Eu Pâmela Ferreira tenho o imenso prazer de servir a Deus, sou muito feliz e realizada, mas nem sempre foi assim, vou compartilhar um pouquinho com vocês do que passei até chegar aqui e diante mão deixo bem claro que não foi nada fácil, acompanhem comigo essa história de superação e perseverança.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Sou a Lwdymilla

Olá meninas...



Quero que vocês me conheçam um pouquinho mais...
Me chamo Lwdymilla Rosa, tenho 21 anos, atualmente estou cursando o 6° semestre de Administração pela UFMT, começando a escrever meu TCC (hahaha), trabalho durante todo o dia com pessoas maravilhosas, o que não falta é trabalho!